Blog Rádio UOL

Detonator estreia na Rádio UOL e fala sobre o lançamento no Heavy Nation
Comentários Comente

Rádio UOL

bruno sutter

O cantor e humorista Bruno Sutter esteve mais uma vez no programa Heavy Nation da Rádio UOL, desta vez para promover o lançamento do primeiro disco de seu personagem Detonator, ex-vocalista do grupo Massacration, agora acompanhado da banda As Musas do Metal.

Ouça a edição 176 do Heavy Nation

“Metal Folclore: The Zoeira Never Ends…” é um disco de heavy metal que trata com bom humor de temas do folclore brasileiro como o Saci, o Curupira e a Mula-sem-cabeça. O álbum, propriamente dito, pois em sua versão física traz figurinhas para serem coladas no encarte, teve as participações inusitadas do ator Alexandre Frota, do dublador Gilberto Baroli e dos músicos João Gordo, Ricardo Confessori e Eduardo Ardanuy, entre outros.

Além de Sutter, a edição do programa tem a participação do jornalista Durr Campos, que junto com o apresentador Julio Feriato, apresentam as cinco músicas mais comentadas do metal internacional em 2014, na opinião da produção do programa.

Ouça Detonator e as Musas do Metal na Rádio UOL

 

 


Conheça os cinco DJ’s que mais faturaram em 2014
Comentários 5

Rádio UOL

Calvin Harris

O DJ escocês Calvin Harris termina 2014 consagrado como um dos grandes astros do ano, não apenas na música eletrônica, mas no cenário pop em geral. Seu novo álbum “Motion'' promete agitar as pistas do mundo no ano que vem.

Mas ele está longe de ser o único. Os DJ's e produtores de música eletrônica tem ganhado cada vez mais importância na indústria fonográfica, faturando milhões com seus trabalhos de estúdio e apresentações ao vivo diante de multidões no mundo inteiro.

OUÇA O NOVO ÁLBUM “MOTION'' DE CALVIN HARRIS

Saiba quem foram os DJ's mais bem pagos do ano e ouça seus maiores sucessos:

5 – Steve Aoki
Na quinta posição temos o americano Steve Aoki que adora jogar bolo e espirrar champanhe em quem comparece em seus shows. Curioso, né? O Dj bombou nas pistas com hits como “Heartbreaker'' e “Earthquakey People'', e faturou $23 milhões.

Steve Aoki

OUÇA STEVE AOKI NA RÁDIO UOL

4 - Tiësto
Já na quarta posição temos Tiësto, que saiu lá dos Países Baixos para conquistar o mundo e ser indicado ao Grammy. As músicas que mais bombaram durante o ano foram “Light Years Away'' e “In The Dark'' e o Dj contabilizou $28 milhões.

Tiesto

OUÇA TIËSTO NA RÁDIO UOL

3 – Avicii
Empatado com Tiësto está Avicii! O sueco foi responsável por criar os dois grandes hits que não sairam das pistas durante 2014: “Wake Me Up'' e “Hey Brother“. Tamanho sucesso fez com que o Dj faturasse também $28 milhões.

Avicii

OUÇA AVICII NA RÁDIO UOL

2 – David Guetta
David Guetta não poderia ficar fora dessa lista! Um dos mais famosos Dj's e dono de uma extensa lista de hits, em 2014 o francês deu o que falar com hits como “Dangerous'' e “Shot Me Down''. Toda essa popularidade fez com que ele arrecadasse $30 milhões durante o ano.

David Guetta

OUÇA DAVID GUETTA NA RÁDIO UOL

1 – Calvin Harris
Mas quem tirou a sorte grande foi Calvin Harris! Ocupando o topo da lista o escossês foi, sem dúvida, um dos nomes mais comentados da música em 2014. Com hits como “Summer'' e “Blame'' ele “só'' conquistou a marca de $66 milhões.

ROC NATION/ULTRA MUSIC/COLUMBIA RECORDS CALVIN HARRIS

OUÇA CALVIN HARRIS NA RÁDIO UOL

 


Belo ficou belo e lançou novo disco, veja a transformação na Rádio UOL
Comentários 2

Rádio UOL

Quem não se lembra do grupo Soweto? Em 1997, em meio a explosão do Pagode 90, Belo embalava romances com os hits “Refém do Coração“, “Farol das Estrelas'' e “Derê“. E o que chamava a atenção do público, além dos sucessos do grupo, era a contradição da aparência do cantor em relação ao seu nome.

BELO! MEME

Mas, Belo deu a volta por cima! Após sair do Sweto e seguir carreira solo nos anos 2000, o cantor lança seu novo disco, “Mistério“, e surpreendeu o público ao dar uma repaginada no visual:

Belo 2

E, aqui na Rádio UOL, além de você ouvir o novo disco do cantor, você também pode dar a sua opinião:

Belo

O Belo realmente ficou belo?

OUÇA O NOVO ÁLBUM “MISTÉRIO'' DE BELO


Saiba porquê mesmo com mais de 30 anos, o Depeche Mode continua relevante
Comentários 13

Rádio UOL

Depeche Mode

Marina Tonelli
Do UOL, São Paulo

O que você esperaria de uma mistura de The Clash, David Bowie e Velvet Underground? As opções são diversas e a resposta certa não viria no primeiro palpite. Os três ícones do rock da década de 70 foram responsáveis pela criação de uma das bandas mais influentes do mundo, segundo o vocalista Dave Gahan: o Depeche Mode. Mas por que, após 30 anos de carreira, o grupo permanece relevante no meio musical?

Lançando “Live In Berlin Soundtrack”, o Depeche Mode responde parte da questão com o setlist abarrotado de hits. Da primeira a última música, o interesse do público prevalece intacto apesar do extenso setlist de 21 canções, provando que os britânicos ainda fazem jus ao título de “bandas de estádio” junto com nomes como U2, R.E.M e The Rolling Stones.

OUÇA O DISCO “LIVE IN BERLIN SOUNDTRACK'' DE DEPECHE MODE

Entre os sucessos mais antigos como “Just Can’t Get Enough”, música responsável pela primeira participação do grupo entre as 10 músicas mais ouvidas do Reino Unido em 1981, e “Shake The Disease” em uma versão surpreendente cantada a capela pelo guitarrista Martin L. Gore, surgem “Welcome to My World”, “Angel” e “The Child Inside”. Músicas que, para os desavisados, poderiam ser confundidas facilmente com o auge da carreira da banda, mas que estão presentes no disco de 2013, “Delta Machine”.

Mas hits de outras décadas não sustentam a relevância atual de uma banda nos dias de hoje. A técnica de se apoiar em revival’s infinitos pode funcionar para shows, mas não mantém uma imagem que influencie novos artistas em ascensão. No caso do Depeche Mode, podemos enxergar o diferencial desde a década de 80. O grupo inovou o cenário eletrônico com samples sinistros que criavam uma atmosfera própria e mascarava a característica crítica e sarcástica de letras como “Master and Servant”, “People Are People” e “Blasphemous Rumours”,

OUÇA O DISCO “DELTA MACHINE'' DE DEPECHE MODE

Além da inovação sonora, a banda inglesa foi um dos ícones da cultura gótica que ganhou forma na década de 80 e principal expoente da explosão da dance music americana na década de 90. Baladas como “Strangelove”, “Personal Jesus” e “Enjoy The Silence” continuam atuais e até mesmo os sucessos posteriores dos anos 2000, como “Wrong”, “Peace” e “In Chains”, continuaram relevantes para o cenário musical. Além da inegável influência exercida sobre bandas conceituadas como Deftones, The Smashing Pumpkins e Pet Shop Boys, e também para grupos atuais como Coldplay, The Killers e Franz Ferdinand.

Se atualmente vivemos em um cenário vazio em que as bandas são obrigadas a simplificar ao máximo suas referências para atingir a um determinado público estipulado, o Depeche Mode surge mais uma vez para provar sua relevância. O grupo mostra que ainda é possível com mais de 30 anos de carreira continuar produzindo novas letras questionadoras sem perder a sombria essência oitentista e, ao mesmo tempo, lotar estádios sem necessariamente se apoiar apenas nos hits passados.

OUÇA A PLAYLIST DEPECHE MODE NA RÁDIO UOL


Você sabe o que é um boy lixo? A Rádio UOL escolhe 5 e te explica!
Comentários 12

Rádio UOL

Uma das gírias que não sai da boca do povo é o “boy magia'', aquele tipo de cara que arranca suspiros e é “pra casar''. Mas você sabe o que é o boy lixo? Se o boy magia é o príncipe encantado, o boy lixo é aquele tipo de cara pelo qual você vai se apaixonar, mas ele com certeza vai quebrar o seu coração. A Rádio UOL  faz o alerta e vai te fazer entender melhor a gíria do momento através de exemplos no mundo da música!

Elvis Presley
O rei do rock tinha cara de bom moço, serviu ao exército – para o delírio das moças que apreciam homens fardados -, era bonitão, cantava músicas como “Love Me Tender“, “Can't Help Falling In Love'' e “Are You Lonesome Tonight?“. Mas toda essa faceta romântica e encantadora mascarava que o senhor Presley, na verdade, era um boy lixo. Que o diga Priscilla Presley, sua mulher. O rei adorava beijar suas fãs na boca ao receber presentes sem contar, é claro, os inúmeros casos extra-conjugais que geraram a música “Always on My Mind“, em que o cantor tenta se desculpar das suas atitudes de boy lixo.

Elvis Presley

OUÇA ELVIS PRESLEY NA RÁDIO UOL

Frank Sinatra
Mas antes de Elvis Presley, o grande pioneiro do boy lixismo foi Frank Sinatra. Casado várias vezes, ele participava de festas faraônicas em iates com nomes como Marilyn Monroe, mas também mascarava sua cafajestagem com músicas românticas como “Strangers in the Night“, “All Of You'' e “I've Got You Under My Skin“. Quem não cairia nos braços de Sinatra ao se deparar com seus olhos azuis e voz melodiosa? O nível de boy lixismo era tamanho que Sinatra ia chorar suas mágoas para a ex-mulher quando brigava com suas esposas e ganhava uma macarronada de brinde.

Frank Sinatra

OUÇA FRANK SINATRA NA RÁDIO UOL

Fabio Jr
Representante nacional dos boys lixos, Fábio Jr virou sinônimo de pegador no nosso país. A beldade se casou “apenas'' seis vezes (e contando…)! Na escalação de suas esposas estão Tereza de Paiva Coutinho, Glória Pires, Cristina Karthalian, Guilhermina Guinle, Patrícia de Sabrit e Mari Alexandre. Ele era galã de novela e mascarava seu lado boy lixo com músicas como “Alma Gêmea“, “Só Você'' e “Amar É Perdoar (Don't Know Why)“.

Fábio Junior

OUÇA FÁBIO JR NA RÁDIO UOL

Robin Thicke
Antes da fama, Robin Thicke já contava com cinco álbuns recheados de canções românticas, como “I Need Love“, “4The Rest of My Life'' e “Forever Love“. Mas com o sucesso repentino de “Blurred Lines'' em 2013, ele deixou de ser santinho e mostrou ao mundo sua verdadeira faceta: a de boy lixo. A mulher de Robin Thicke, Paula, viu o marido fazendo o twerk com Miley Cyrus, e, mais além, viu fotos vazadas de paparazzi dele com outra mulher. Como um belo cafa, ele foi além do que Elvis fez com “Always On My Mind“, e fez um disco inteiro para reconquistar sua mulher

Robin Thicke

Justin Bieber
A versão teen do boy lixo é Justin Bieber, que começou como um verdadeiro expoente do boy magia, mas foi se degenerando e indo para o lado lixo da força. Apesar de se passar por bom menino em hits como “Boyfriend“, “As Long As You Love Me'' e “All That Matters'', ele acabou se tornando um garoto problema, foi preso, bateu o carro, arranjou confusão e fez a pobre coitada da Selena Gomez sofrer com as idas e vindas do casal.

Justin Bieber

OUÇA JUSTIN BIEBER NA RÁDIO UOL


No aniversário de Taylor Swift, conheça 10 fatos que explicam a musa
Comentários 3

Rádio UOL

Atualmente no topo das paradas de sucesso internacionais com a faixa “Blank Space'', Taylor Swift está galgando degraus no mundo da música e cavando seu espaço no hall das divas do pop. Para comemorar os 25 anos da cantora que transita entre o country e o pop, descubra 10 fatos interessantes sobre ela!

1- Ela dá alegria a crianças doentes

Taylor Swift fez um show particular para uma criança de 6 anos com leucemia. Isso aconteceu em um hospital infantil de Boston, e o nome do menino é Jordan Lee Nickerson. Ela ainda ficou brincando com ele depois.taylor gif

2- Ela dá alegria para os fãs

A cantora estava passeando pelo Central Park, relaxando ao ar livre, quando conversou com uma fã e deu 90 dólares para ela almoçar. Será que T-Swift sabe quanto custa um almoço?

54

3- Ela dá alegria para os fãs doentes também

Kayla Kincannon é uma jovem fã de Taylor Swift que estava lutando contra um câncer no cérebro e lançou uma campanha para conhecer a musa. A artista não apenas a conheceu, mas fez uma refeição completa com ela e passou duas horas conversando.

TS

4- Ela dá alegria para quem gosta de ler

Sim, Taylor Swift alegra muita gente. Ela doou 14 mil livros (você não leu errado!) para a Biblioteca Pública de Nashville. Segundo ela, foi um presente para as crianças da cidade.

999

5- Ela dá alegria para quem não tem água

Agora que São Paulo passa por uma crise hídrica, sabemos a importância da água potável. Taylor Swift se uniu a outras celebridades como Rihanna e o saudoso Robin Williams em um projeto da Unicef para fornecer água a 900 milhões de pessoas que não têm acesso no mundo inteiro.

kj

6- Mais alegria!

Não contente em ser esse doce de pessoa e ajudar tanta gente que precisa, ela doou 50 mil dólares para o hospital infantil de Philadelphia, especializado no auxílio de crianças com câncer.

88,

7- Alegria até para quem pode nem apreciar a música dela

Você acha que Taylor Swift só gosta dos fãs dela? Então está muito enganado, pois ela soube que a orquestra sinfônica de Nashville estava passando por problemas financeiros e prestes a acabar quando salvou a instituição doando 100 mil dólares.

66

8- Ela é uma artista completa

Taylor Swift é excelente, “tanto no pessoal como no profissional''. Além de cantar bem como todos já sabemos, ela toca violão, banjo, piano, ukulele e guitarra elétrica.

giphy

9- Ela bate recordes

Nenhum outro artista havia alcançado um dos feitos que a ex-princesa do country conseguiu recentemente: desbancar ela mesma no primeiro lugar da Billboard, ocupando o primeiro e o segundo lugar respectivamente.

blaze

10 – Ela tem namorados invejáveis

O cantor John Mayer, o integrante do One Direction Harry Styles, o ator Taylor Lautner de Crepusculo, o ator Jake Gyllenhaal… precisa de mais?

giphy4

Por esses e outros motivos Taylor Swift merece essa pequena homenagem da Rádio UOL! Parabéns, Taylor!


No dia do tango, dance muito com a Rádio UOL
Comentários Comente

Rádio UOL

Crédito: Bianca Tatamiya

Crédito: Bianca Tatamiya

Nesta quinta-feira (11), é comemorado o Dia do Tango, curiosamente na semana seguinte ao nosso Dia do Samba. Para homenagear esse ritmo característico dos nossos hermanos argentinos, ouça o melhor do estilo na Rádio UOL e dance muito!

CLIQUE AQUI PARA OUVIR A PLAYLIST “TANGO'' NA RÁDIO UOL

O gênero protagonizado por nomes como Astor Piazzolla, Carlos Gardel, Juan D'Arienzo, Julio Sosa e muitos outros está muito bem representado na nossa playlist!

Esse tipo de tango todo mundo conhece, mas você sabia que existe uma derivação eletrônica do gênero? São grupos que misturam a melodia melancólica do estilo com uma batida de música eletrônica, mesclando a dramaticidade e a animação.

OUÇA A PLAYLIST “TANGO ELETRÔNICO'' NA RÁDIO UOL

Confira também algumas edições de arquivo do programa Ondas Latinas que trazem tango em sua playlist. Se você ficou curioso com o tango eletrônico, a edição com o grupo Bajofondo vai te surpreender! Ouça também Carmem Miranda nesse ritmo com a faixa “O Samba e O Tango''.

O Ondas Latinas também foi a Buenos Aires descobrir as fusões modernas e as maiores novidades do gênero. Relembre aqui!

Comemore o dia do tango e dance ao som dos nossos programas e playlists!


Conheça os engraçadinhos irônicos do pop brasileiro
Comentários Comente

Rádio UOL

edu k banda uo

Bandas como Mamonas Assassinas, Velhas Virgens, Pedra Letícia e Tarcísio Meira's Band acrescentam humor ao cenário musical brasileiro, mas podem parecer escrachadas demais para serem levadas a sério. Existe uma outra vertente mais comedida e discreta, que tem algumas pitadas de graça, mas não deixam de ser dançantes. Edu K e a Banda Uó estão lançando seus novos discos, conheça esses dois expoentes do “pop irônico'' nacional!

Edu K é um veterano dessa leva, mas começou a carreira nos anos 80, ao montar a banda de rock DeFalla, que tinha o som influenciado por gêneros que iam do heavy metal ao funk carioca, passando pelo rap, glam rock e miami bass.

O grupo chegou a trocar influências com os Mamonas Assassinas, Planet Hemp, Nação Zumbi e Pato Fu, entre outros expoentes do rock nacional na década seguinte, mas acabou enveredando para um lado mais distante de sua vertente roqueira e acabou nos anos 2000.

Com isso, veio a carreira de Edu K, que tenta mesclar todas essas inspirações em sua música eletrônica irônica e engraçada, mas que envolve também pela parte dançante.

CLIQUE AQUI PARA OUVIR “BOY LIXO'', DE EDU K

A Banda Uó foi formada em 2010 e é uma sátira do próprio estilo. Com uma pegada tecnobrega, ela dialoga com um público mais, digamos, hipster, que entende as sacadas auto irônicas do grupo e aproveita a música para dançar.

Eles têm um som mais jovem e, apesar do pouco tempo de estrada, já se destacaram por misturar o estilo típico da região norte com o pop americano e começaram fazendo covers e usando samples de pop internacional.

O single mais recente da Banda Uó é a faixa “Catraca“, gravada em parceria com ninguém menos que o grande ícone incontestável do funk carioca Mr Catra.

CLIQUE AQUI PARA OUVIR “TURNÊ MOTEL – AO VIVO NO CINE JOIA'' NA RÁDIO UOL

Agora que você já conhece um pouco dessa vertente da música brasileira, relembre outras canções engraçadas que vão te fazer rir com a playlist “Para Ouvir e Rir'', que trás sucessos dos Mamonas, Caju & Castanha, Falcão, Massacration e Aviões do Forró.


Grandes nomes se apresentam na Vai-Vai em homenagem a Cliff Portugal
Comentários Comente

Rádio UOL

Quem gosta de reggae, música brasileira, samba e qualquer ritmo que se encaixe em qualquer uma dessas categorias pode ficar animado para ouvir som de primeira, mas também para prestar sua solidariedade.

O percussionista Cliff Portugal, que já trabalhou com Gloria Gaynor, Caetano Veloso, Martinho da Vila, Gilberto Gil e Martinho da Vila, entre muitos outros grandes nomes, está em uma situação delicada, sofrendo de tuberculose e com um glaucoma crescente que está lhe tirando a visão.

Quem quiser ajudar esse grande músico e ainda por cima ver de perto Jai Mahal, China Kane, João Negão, Lumumba, Trio Pipol, Dj Nonô, Cooperifa e Coyotes California não pode perder essa oportunidade.

Onde: Quadra da Escola de Samba Vai-Vai – Rua São Vicente, 276 – Bela Vista – São Paulo
Quando: Sexta-feira, 5 de dezembro
Quanto: R$ 20


“Estou saindo da adolescência”, diz Ângela Rô Rô, 65 anos
Comentários 16

Rádio UOL

Divulgação

Divulgação

Marina Tonelli
Do UOL, em São Paulo

A música popular brasileira é conhecida mundialmente por gênios como Tom Jobim, Chico Buarque e João Gilberto. Mas entre tantos homens de extirpe estão mulheres como Ângela Rô Rô, compositora do clássico “Amor, Meu Grande Amor“, regravada em 1997 por Frejat e dona de um dos discos que faz parte do hall de clássicos da música brasileira, o homônimo “Angela Ro Rô'' de 1979.

Canções como “Gota de Sangue'', “Não Há Cabeça'' e “Agito e Uso'' consagraram sua carreira que carrega uma extensa lista de regravações e parceiras com grandes nomes como Maria Bethânia, Ney Matogrosso e Marina Lima.

Completando 65 anos nesta sexta-feira (05), a cantora continua sendo um ícone com sua voz rouca inconfundível e a personalidade forte de uma mulher que nunca teve medo de dizer o que pensa.

“Essa é aquela hora em que as pessoas que têm a sorte de ter  um emprego estão comemorando a aposentaria'', disse a artista em tom bem-humorado em entrevista exclusiva ao UOL. “Eu, como minha vida é de circo, não tenho carteira assinada e nem INSS, estou comemorando 65 anos de alegria''.

OUÇA A PLAYLIST “BRASIL ANOS 80″ NA RÁDIO UOL

Além da fama conquistada pelo talento, Rô Rô também foi protagonista de diversos escândalos devido seu envolvimento com drogas e álcool nos anos 80, além de também ter sido a primeira mulher assumidamente homossexual no meio musical brasileiro.

Atualmente, o período nebuloso foi deixado para trás, e totalmente sóbria sóbria e em plena atividade, a cantora passa por um bom momento na carreira. “Quando a idade chega, a voz normalmente desce o tom. Isso acontece até mesmo com as melhores cantoras do mundo. Mas eu, sinceramente, nunca cantei melhor.''

Mas a sobriedade e distanciamento de esncândalos não tiraram a sagacidade de Ângela Rô Rô que critica a geração atual que mesmo com pleno acesso a informação permanece inerte em relação a alguns assuntos.

“Quando eu era jovem a gente não tinha informação, mas hoje parece que os jovens não estão querendo saber de nada. O sexo ainda é tido como um tabu, mas não um tabu com pudor, é naquela base do 'vamos fazer escondido qualquer coisa''', disse se referindo as pesquisas atuais que apontam a grande contaminação do jovem pelo vírus da AIDS.
“Assim como a legalização do aborto tem que ser feita com muita sensatez, coisa para a qual eu acho que o mundo ainda não está preparado.''

OUÇA ANGÊLA RÔ RÔ NA RÁDIO UOL

Expoente dos chamados 'artistas malditos' por abordar temas bôemios e ousados, a cantora cita John Lennon para explicar a fascinação dos poetas pela mulher em suas composições. “John Lennon disse em uma de suas músicas que 'a mulher é o escravo do mundo'. É vítima do machismo e também tem o machismo encruado dentro dela. Essa inspiração dos poetas ao se declararem é o prêmio de consolação''.

Sobre a música brasileira, Ângela Rô Ro é só elogios. “Temos Caetano Veloso, Gonzaguinha, Chico Buarque, Lobão... É tanta gente bacana. Desde Chiquinha Gonzaga, o que não falta no Brasil é talento''.

E também relembra o aniversário de 20 anos da morte de Tom Jobim. “Jobim é excelente. Tem uma estirpe que vem de Debussy, segue com Heitor Villa Lobos e aí vem o Jobim.”

Divulgando seu último disco lançado, “Feliz da Vida'', a cantora segue fazendo shows com os hits antigos e músicas novas, mostrando que o auge pode acontecer aos 65 anos. “Estou comemorando a minha saída da adolescência para o inicio da mocidade”, finaliza.

OUÇA OS CLÁSSICOS DA MPB NA RÁDIO UOL